image
Logo Essência Cigana
CADASTRO DE NOVIDADES

ACEITAMOS

Bandeiras
Facebook
fone e endereço
PREVISÕES
previsão

PROFECIA OU PREVISÃO?

 O que é profecia? E o que é previsão? Profetizar não é prever. A astrologia nos permite, a nós astrólogos, fazer previsões, mas não profecias, por essa razão, quando alguém procura um astrólogo precisa saber de antemão que ele obterá uma previsão sobre seu futuro e não uma profecia. Vamos definir então as duas palavras: Profecia vem do latim Prophetia que quer dizer: ação de predizer. Exemplo, predição do futuro, oráculo, vaticínio, prognóstico, presságio, conjectura. Previsão vem do latim Praevisu, ou seja, ato ou efeito de prever, presciência, previdência, que vem do latim Praevidere, ou seja, prever, ou ver com antecipação, antever, prognosticar, conjecturar. No final, as duas definições nos parecem similares, mas mesmo similares não são idênticas. A meu ver, quando fazemos uma profecia, nos servimos de um oráculo, e usamos as cartas do tarô, a borra de café, as runas, as entranhas de animais (como se fazia na antiga Grécia) a leitura das linhas da mão, etc., ou outros tantos métodos que são de única e exclusiva interpretação de iniciados, de videntes ou de sensitivos, que possuem dons especiais, uma hipersensibilidade que os torna ‘veículos’, (canais) de interpretação dos oráculos que eles consultam. Os magos, os xamãs, as sacerdotisas, os pai de santo, etc., interpretam seus oráculos pessoais ajudados pelo dom especial que possuem e que os torna sensíveis às energias mais sutis do mundo astral, mas que não estão ainda necessariamente presentes no mundo material onde irão se manifestar. Suas profecias então poderão ou não se realizar, pois há entre o campo astral e o campo material uma barreira invisível capaz de bloquear a sua cristalização.
De forma diferente, apesar de ser sempre citada no mesmo contexto, está a previsão feita através da astrologia. Creio que para a ciência astrológica não precise necessariamente de uma hipersensibilidade, mas são necessários, sim, uma predisposição, um dom, e muito, muito estudo e muita pesquisa. A ação da previsão é definida como uma ‘pré-ciência’, ou seja, um ‘tomar ciência por antecipação’. Por essa razão a astrologia não deve ser interpretada como um oráculo. Não olhamos simplesmente para o céu e nos inspiramos por seu desenho para fazer uma previsão! O astrólogo precisa de dados astronômicos muito precisos para interpretar os sinais do céu. Ele examina mapas celestes calculados a partir de dados pessoais (data, horário e local do nascimento) que são imprescindíveis para uma boa interpretação. Seja o mapa natal que as previsões são sempre baseadas em analise de dados. Vou dar um exemplo: a previsão do tempo. Não falamos de profecia do tempo, mas de previsão. Por quê? Porque para prever o tempo os analistas examinam os dados que possuem, (como as fotos de satélites, por exemplo) e baseiam nestes dados suas conclusões. As previsões do tempo são o mais precisas possíveis, mas podem falhar, ou seja, algo imprevisível pode modificar a leitura inicial acrescentando um fato novo que irá modificar o resultado final. Não é culpa do meteorologista se o tempo muda! O mesmo acontece com uma previsão médica: se o medico interpreta seus exames clínicos e faz um prognóstico sobre sua saúde, ele está examinando dados e, baseado na sua experiência e nos ensinamentos da medicina, tirará suas conclusões e fará um prognóstico. No entanto, o meteorologista e o médico são passíveis de cometer erros, não porque erraram em sua avaliação, mas porque pode existir um fator imprevisível (não visto ou não materializado) que pode alterar o resultado final. A Bíblia nos diz que enquanto os judeus erravam no deserto após a fuga do Egito, procuravam seguir as nuvens para ler as mensagens que Deus enviava para eles para guiá-los. Não seriam as estrelas que eles realmente olhavam? Afinal, o nascimento de Jesus foi previsto por astrólogos (os Reis magos) por causa de um alinhamento astrológico importante que aconteceu naquela época. Para mim isso significa que o importante é sempre um só: ler as mensagens e tirar o melhor proveito das informações nelas contidas. Abrir os olhos e abrir os ouvidos para conseguir compreender as mensagens de Deus faz uma enorme diferença em nossa vida. Dizem os cabalistas que Deus sempre nos envia três mensagens antes de um acontecimento importante que pode mudar nosso futuro. É assim como quando numa rodovia estamos a 100 km por hora e vemos passar primeiro um painel indicando: reduza a velocidade; mais adiante outro painel: curva perigosa à frente, reduza a velocidade; e mais adiante ainda, outro painel: reduza a velocidade, verifique os freios! E, de repente, nós, distraídos, conversando, ouvindo rádio e não prestando atenção aos painéis, esquecemos de reduzir a velocidade, de tirar o pé do acelerador e... nos espatifamos lá na frente!!! Puxa, vamos dizer, depois, mas como isso foi acontecer? E Deus vai responder: não viu os sinais?

De maneira geral, a astrologia funciona assim como esses painéis que nos indicam o que vamos encontrar lá na frente. A curva existe, ela está lá, não foi inventada pelo astrólogo! Ele simplesmente vê em seu mapa natal esta indicação e, ao projetar sua viagem a 100 km por hora (velocidade predeterminada pelo deus Tempo), é capaz de lhe dizer quando você encontrará em sua vida esta curva perigosa! Ele tampouco irá prever que você vai se espatifar lá na frente! Isso vai depender de você, basta tirar o pé do acelerador, manter-se cuidadoso durante o período indicado e tudo irá terminar bem. O nosso relógio do destino é mostrado no próprio mapa natal: Sol, Lua e planetas e outros pontos fictícios (como Ascendente, meio do céu, nó lunar, etc. estão lá presentes, em aspecto entre si, (conjuntos, em oposição, em quadratura, etc. etc.). os seus signos e casas zodiacais, exatamente como estavam no céu quando nós nascemos. Ao se ‘mexerem’ sobre a roda zodiacal, esses pontos seguem uma ordem precisa, e nós seguimos nossa vida a uma velocidade pré-determinada (veja por exemplo: Os ciclos de Saturno). Nosso velocímetro não muda na inexorável marcha do Deus Tempo! Por essa razão, encontraremos a curva perigosa exatamente lá onde Deus a colocou, nem um dia antes e nem um dia depois. Se o nosso horário de nascimento estiver correto, o astrólogo poderá prever quando a curva perigosa irá aparecer à sua frente e ele lhe dirá para tirar o pé do acelerador! Simples assim. Por essa razão, não precisamos confundir profecia com previsão e não precisamos, sobretudo, ter medo das previsões astrológicas como não temos medo de ir fazer exames de check-up para controlar nossa saúde e prevenir eventuais doenças. A previsão astrológica, quando bem usada, pode ser uma ferramenta poderosa para um bom planejamento de nossa vida futura.

Podemos aproveitar as energias presentes no céu essa semana para nos conectar com uma das manifestações de Deus, o Gênio cabalístico Harahel, que significa Deus da Sabedoria. Ele pode nos ajudar a interpretar as mensagens. Elas podem vir até nós de várias formas, mas creiam-me, não devem nunca ser desprezadas! Todos nós temos a capacidade de ampliar nossos canais receptivos para compreender esses sinais, mas muitas vezes precisamos de um interprete para conseguir enxergá-los com clareza e tomar nossas decisões a tempo.

 

  Marque sua consulta ainda hoje clique aqui

Consultas somente com hora marcada (67) 3029 8855

Tim:(67) 9986-7735/ Claro:(67) 9174-3003/Vivo:(67) 9914-7738