Logo Essência Cigana
RECEBA NOSSO NEWSLETTER

ACEITAMOS

Bandeiras
1078-logos-midias-sociais-a
Iradios
  • Pessoalmente
  • On-Line
  • Telefone
  • Preço
CURIOSIDADES
Ervas

Ervas

Vários significados simbólicos estão ligados às ervas comuns. Na Grécia antiga, os estudantes usavam ervas de alecrim para melhorar a memória e a concentração: a planta se tornou símbolo da memória. Também estava associada ao amor e à fidelidade e se tornou um símbolo de imortalidade em rituais de funeral. A sálvia estava associada à imortalidade e os gregos antigos acreditavam que ela promovia a sabedoria. Seu nome deriva do latim salvare, que significa “salvar” e na medicina de ervas européia era considerada a cura total.. Nativos americanos consideram a sálvia uma erva de cura e limpeza, especialmente a variedade conhecida como sálvia branca. Suas folhas secas são colocadas em feixes que são queimados e a fumaça é ritualmente soprada para purificar a atmosfera. Na Roma antiga, a hortelã-pimenta era associada aos pensamentos claros e à inspiração. Era utilizada como tônico para o cérebro. No mundo árabe era vista como estimulante à virilidade e era servida como chá refrescante por séculos e oferecida aos hóspedes como símbolo de hostilidade.
Na Índia, o tusil, ou manjericão, é sagrado para Vishnu. O costume funeral de colocar uma folha de manjericão no tórax do morto serve para abrir os portões dos Céus para quem está partindo. Na Inglaterra dos Tudor, os hóspedes que estavam partindo recebiam um pote miniatura de manjericão para ajudá-los em sua viagem. No Congo central, as folhas de manjericão protegem contra maus espíritos e a má sorte, enquanto na antiga Grécia eram o antídoto para o veneno mortal do basilisco, uma criatura fabulosa cujo olhar era fatal. O nome da planta deriva da palavra grega basilikon, que significa “real”.