image
Logo Essência Cigana
CADASTRO DE NOVIDADES

ACEITAMOS

Bandeiras
Facebook
fone e endereço
CURIOSIDADES
Emmanuel

Emmanuel

Emmanuel era o principal orientador espiritual de Chico Xavier. O encontro inicial entre Chico e Emmanuel se deu em 1931, num feriado, às margens de um açude onde o médium costumava rezar. Primeiro veio a visão de uma cruz muito bela por entre as árvores, em seguida Emmanuel surgiu em meio a raios de luz, vestindo um túnica semelhante à dos sacerdotes e com feições de um venerável ancião.O encontro foi narrado no livro “lindos Casos” de Ramiro Gama: “Está vocês realmente disposto a trabalhar na mediunidade com Jesus?”, pergunta o orientador espiritual. “Sim, se os bons espíritos não me abandonarem”, respondeu o médium. “Não será vocês desamparado”, disse-lhe Emmanuel, “mas para isso é preciso que você trabalhe, estude e esforce no bem”. “E o senhor acha que estou em condições de aceitar o compromisso?, tornou Chico. “Perfeitamente, desde que você procure respeitar os três pontos básicos para o serviço...”. Porque o protetor se calou, o rapaz perguntou: “Qual é o primeiro?”. A resposta veio firme: “Disciplina”. “E o segundo?”. “Disciplina”. “E o terceiro?” “Disciplina”. Através de mais de 60 anos de convivência espiritual, Chico conseguiu conhecer as encarnações anteriores de Emmanuel; foi um senador romano chamado  Publius Centulus que morreu durante a erupção do vulcão Vesúvio em Pompéia. Depois foi Nestório, escravo cristão que, atirado aos leões, morreu no circo romano. E mais recentemente, o padre Manuel da Nóbrega, fundador da cidade de São Paulo. Segundo Chico: “Emmanuel dita obras de cunho evangélico em torno dos ensinamentos de Cristo” e é assa a condição básica para o trabalho em conjunto: que Chico, acima de tudo, siga os ensinamentos de Jesus Cristo e de Allan Kardec e se algum dia fosse aconselhado a fazer o contrário, que esquecesse tais condições. Emmanuel, além de orientação psicografada, procura nortear a vida de Chico, tanto que a peruca que Chico passou a usar, devido sua acentuada calvície, foi aconselhado pelo seu espírito mentor, pois, segundo Chico, ele disse que devemos cuidar da nossa aparência e na temos o direito de enfeiar o mundo com nossas deficiências. É também de Emmanuel que Chico recebia uma orientação sobre sua delicada saúde, como seu problema ocular; um deslocamento do cristalino, que, juntamente com o estrabismo do olho direito, incomodou o médium até o final de sua vida terrena. Emmanuel recomendou que em vez de solicitar privilégios do mundo espírita, como alguma cura imediata de sua doença, que se utilizasse de medicina humana, pois, segundo Emmanuel; “está no mundo em nome da divina providência.”

Texto extraído do livro “Chico Xavier Caridade e Doação ao Próximo Além da Vida”.